• TODO O PODER EMANA DO POVO

    CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART1º. PARÁGRAFO ÚNICO

  • Missão, Visão e Valores

    MISSÃO

    Oferecer às organizações da sociedade civil e às empresas com forte compromisso socioambiental as melhores práticas de participação política para incrementar a promoção e a defesa de suas agendas junto ao poder público. Difundir análises políticas imparciais e fundamentadas nas mais modernas ferramentas científicas para orientar as decisões de investimento e o relacionamento com o poder público.

    VISÃO

    Ser reconhecida como uma das consultorias políticas mais respeitadas do país.

    Dar eficiência à participação política das principais organizações e empresas com compromisso social e ambiental.

    VALORES

  • Princípios

    SÃO ESSES PRINCÍPIOS A RAZÃO DA NOSSA EXISTÊNCIA E O QUE PAUTA CADA ATO DA NOSSA EMPRESA:

    1

    Entendemos que o processo de afirmação democrática deve estar a serviço da construção de uma sociedade ética, plural, solidária e consciente.

    2

    Consideramos que a defesa ética e republicana de interesses junto ao setor público fortalece a democracia e aprimora o processo legislativo, o desenvolvimento e a implementação de políticas públicas.

    3

    Acreditamos que a autorrepresentação qualificada e assessorada dos nossos clientes é a opção de atuação mais efetiva, transparente e segura para todos os envolvidos.

    4

    Condenamos todos os tipos de tráfico de influência e de advocacia administrativa, assim como qualquer decisão pública pautada por interesses ou relações pessoais.

    5

    Nosso maior ativo é a integridade de nossa atuação, o rigor técnico e a credibilidade de nossas produções.

  • Consultores

    Marcelo Issa

    Cientista político e advogado. MBA em Relações Governamentais pela Fundação Getúlio Vargas. Mestre em Ciência Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Bacharel em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com extensão em políticas públicas pela Universidade de Salamanca (Espanha). Acumula experiência em consultoria em relações governamentais em São Paulo/SP e Brasília/DF. Também trabalhou em organizações do Terceiro Setor dedicadas ao monitoramento do poder público. Foi Assessor de Gabinete da Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo e participou de diversos projetos de consultoria em gestão estratégica para organismos públicos nacionais e latino-americanos. É membro do Conselho Deliberativo da Transparência Brasil, cofundador e diretor-executivo do Transparência Partidária e professor da disciplina Participação Social Efetiva: como fazer advocacy no curso Advocacy e Políticas Públicas: teoria e prática, da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Andresa Porto

    Bacharel em Ciências Sociais com habilitação em Ciência Política e ênfase em políticas públicas pelo Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) e especialista em Gestão de Projetos pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) - Universidade de São Paulo (USP). Atua desde 2011 com assessoria legislativa e relações institucionais junto aos Poderes Executivo e Legislativo, com especial foco na atuação de organizações da sociedade civil. Foi assessora de advocacy da Rede Justiça Criminal por mais de sete anos e desde 2014 é consultora de relações governamentais o Grupo de Trabalho sobre Propriedade Intelectual (GTPI).

    Vítor Oliveira

    Cientista político e bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo (USP), é mestre em Ciência Política pela mesma Universidade, com dissertação intitulada A Implantação do Presidencialismo da Coalizão e a Ineficiência Informacional. Acumula experiência em monitoramento, análise política e avaliações de longo prazo em nível nacional, estadual e municipal para instituições financeiras de grande porte. Foi editor do portal INFOMONEY e autor do blog #ÉPolítica no mesmo portal, dedicado ao acompanhamento e análise da conjuntura política nacional. Escreve mensalmente sobre o Poder Legislativo para o portal do Estadão. Professor da disciplina Processo Legislativo no curso Advocacy e Políticas Públicas: teoria e prática, da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Henrique Freitas

    Mestrando em Gestão e Políticas Públicas e bacharel em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV), com formação complementar em Relações Internacionais e extensão na Universidade de Salamanca (Espanha). É conselheiro fiscal da ONG Transparência Brasil. Trabalhou na Secretaria de Relações Internacionais e Federativas (SMRIF) da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP), auxiliando a coordenação do Executivo Municipal com organismos internacionais e redes de cidades, e foi presidente da Consultoria Júnior Pública-FGV. Ademais, possui experiência nacional e internacional em pesquisas sobre economia circular, meio ambiente e desigualdades sociais.

    Isadora Gomes

    Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e especialista em Políticas Públicas, Infância, Juventude e Diversidade (UnB/CEAM), onde pesquisou o processo de advocacy feito por organizações da sociedade civil pelo direito das mulheres exercerem a maternidade fora do cárcere. Atua com advocacy e relações governamentais desde 2018 e possui experiência em Cooperação Internacional para o desenvolvimento. Atualmente, está finalizando MBA em Responsabilidade Social e Terceiro Setor (UFRJ).

    Ícaro Silva

    Bacharel em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Mestrando em Ciência Política pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade de Brasília (PPGCP-UnB). Atualmente pesquisa a divisão sexual do trabalho político e carreiras políticas LGBTQIA+. Desde 2018 atua na área de Relações Governamentais e Advocacy, com experiência em consultorias políticas.

    Giordana Carvalho

    Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP), participou do Núcleo de Estudos da Violência da USP, analisando a intersecção entre violência, democracia e direitos humanos. Também possui experiência de pesquisa na área de movimentos sociais e ações coletivas.

    Maiara Oliveira

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília, pesquisadora CNPq no grupo de pesquisa Flora Tristan, como foco em democracia, desigualdades e partidos políticos e sistemas eleitorais. Atuou na Assessoria Parlamentar do Ministério da Justiça e no setor privado com entes subnacionais em pautas de mobilidade urbana, desenvolvimento sustentável e defesa do consumidor. Foi primeira coordenadora-geral da Ubuntu – Frente Negra de Ciência Política vinculada ao Instituto de Ciência Política (IPOL/UnB) e, atualmente é colaboradora voluntária na Associação Elas no Poder e no Coletivo Pretos & Pretas em RelGov.

    Gustavo de Castro

    Graduado em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de Brasília (UnB), com mestrado em Cooperação Internacional e Desenvolvimento pela Universidade Católica do Sagrado Coração (Milão). Tem experiência em diversos tipos de organizações como Ashoka Romênia (terceiro setor), Secretaria de Cultura do Distrito Federal (governo) e empresas de consultoria política. Possui experiência no acompanhamento do legislativo federal e na administração pública, bem como em avaliação de projetos culturais pelo setor público.

    Flávia Costa

    Advogada e membro da Comissão de Relações Institucionais e Governamentais da OAB/DF. É pós graduanda em Direito Eleitoral pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), membro do Núcleo Interdisciplinar de Liderança e Diversidade - Laudelina Melo; e pesquisadora de Direito, Relações Raciais e Lobby para Políticas de Diversidade. Possui experiência em análise e monitoramento executivo e legislativo nos âmbitos federal, estadual e municipal. Ainda, é secretária-geral do Coletivo Pretas e Pretos em RelGov.

    Iuri Cardoso

    Graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Sociologia (USP). Já atuou com assessoria parlamentar na Câmara Municipal de Uberlândia/MG e campanhas eleitorais municipais em São Paulo. Tem experiência com pesquisa, advocacy, relações governamentais e tratamento e visualização de dados.

    Julia Vida

    Graduanda em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo (USP). Ex-presidente da Federação Nacional dos Estudantes do Campo de Públicas, com experiência em Relações Governamentais e pesquisa na área de grupos de interesse.

    Caroline Sousa

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UNB). É membro da Diretoria Executiva da Strategos Consultoria Política Jr, ocupando o cargo de Diretora de Gestão de Pessoas. Como estagiária, já atuou em âmbito federal e subnacional, através do monitoramento dos poderes Legislativo e Executivo.

    Letícia Campos

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Componente do Grupo de Pesquisa Flora Tristán com enfoque no tema Raça e Eleições e do Grupo de Estudo sobre Partidos Políticos. Atualmente, pesquisa sobre o avanço da extrema-direita na América Latina. Foi monitora de Partidos Político e Sistemas Eleitorais, Mudança Política na América do Sul e Teoria Política Clássica e coordenadora no projeto Política na Escola.

    Fernando Hernández

    Graduando em Ciência Política na Universidade de Brasília (UNB). Tem experiência em pesquisa com ênfase em Democracia, Partidos Políticos e Direito de Acesso à Informação.

    Alexandre Martins

    Mestre em Sociologia e bacharel em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo. Cursa graduação em Direito na Universidade de São Paulo. Desenvolveu pesquisas sobre mobilizações da sociedade civil, direitos humanos e formas de incidência no Legislativo e no Judiciário. Recebeu prêmio do IBCCRIM de melhor monografia em Ciências Criminais em 2021.

    Kamila Machado

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UNB). Também é membro da Strategos Consultoria Política Jr e integrante da Ubuntu – Frente Negra de Ciência Política, vinculada ao Instituto de Ciência Política (IPOL/UnB). Também participa do projeto social – Cyphrs Crew, que integra crianças e adolescentes da periferia de Brasília ao mundo das danças urbanas.

    Sofia CampoS

    Socióloga pela Universidade de Brasília (UnB) e mestranda do Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade de Brasília (UnB). Atua na área de Relações Governamentais desde 2019, tendo sidp estagiária na Consultoria Legislativo da Câmara dos Deputados (CONLE) e em agência de consultoria política. Tem experiência com pesquisa qualitativa e quantitativa sobre violência de gênero, desenvolvimento sustentável, agroecologia, licenciamento ambiental e participação de especialistas no processo político decisório.

    Cecília Oliveira

    Bacharel em Relações Internacionais pelo Centro Universitário IESB, tem experiência na defesa de interesses de entidade sindical patronal e agência de consultoria política. Pesquisa o impacto dos grupos de pressão da sociedade civil organizada em democracias representativas. Realizou ações pro bono de lobby para grupos vulneráveis, alinhadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, no acolhimento de imigrantes em situação de refúgio. Foi cofundadora e presidente institucional da Ítaca Consultoria & Assessoria Júnior.