• TODO O PODER EMANA DO POVO

    CONSTITUIÇÃO FEDERAL ART1º. PARÁGRAFO ÚNICO
  • Missão, Visão e Valores

    MISSÃO

    Oferecer às organizações da sociedade civil e às empresas com forte compromisso socioambiental as melhores práticas de participação política para incrementar a promoção e a defesa de suas agendas junto ao poder público. Difundir análises políticas imparciais e fundamentadas nas mais modernas ferramentas científicas para orientar as decisões de investimento e o relacionamento com o poder público.

    VISÃO

    Ser reconhecida como uma das consultorias políticas mais respeitadas do país.

    Dar eficiência à participação política das principais organizações e empresas com compromisso social e ambiental.

    VALORES

  • Princípios

    SÃO ESSES PRINCÍPIOS A RAZÃO DA NOSSA EXISTÊNCIA E O QUE PAUTA CADA ATO DA NOSSA EMPRESA:
    1

    Entendemos que o processo de afirmação democrática deve estar a serviço da construção de uma sociedade ética, plural, solidária e consciente.

    2

    Consideramos que a defesa ética e republicana de interesses junto ao setor público fortalece a democracia e aprimora o processo legislativo, o desenvolvimento e a implementação de políticas públicas.

    3

    Acreditamos que a autorrepresentação qualificada e assessorada dos nossos clientes é a opção de atuação mais efetiva, transparente e segura para todos os envolvidos.

    4

    Condenamos todos os tipos de tráfico de influência e de advocacia administrativa, assim como qualquer decisão pública pautada por interesses ou relações pessoais.

    5

    Nosso maior ativo é a integridade de nossa atuação, o rigor técnico e a credibilidade de nossas produções.

  • Consultores

    Marcelo Issa

    Cientista político e advogado. MBA em Relações Governamentais pela Fundação Getúlio Vargas. Mestre em Ciência Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Bacharel em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com extensão em políticas públicas pela Universidade de Salamanca (Espanha). Acumula experiência em consultoria em relações governamentais em São Paulo/SP e Brasília/DF. Também trabalhou em organizações do Terceiro Setor dedicadas ao monitoramento do poder público. Foi Assessor de Gabinete da Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo e participou de diversos projetos de consultoria em gestão estratégica para organismos públicos nacionais e latino-americanos. É membro do Conselho Deliberativo da Transparência Brasil, cofundador e diretor-executivo do Transparência Partidária e professor da disciplina Participação Social Efetiva: como fazer advocacy no curso Advocacy e Políticas Públicas: teoria e prática, da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Andresa Porto

    Pós-Graduanda em gestão de projetos pela USP/Esalq, bacharel em Ciências Sociais com habilitação em Ciência Política e ênfase em políticas públicas pelo Centro Universitário do Distrito Federal. Atua desde 2011 com assessoria legislativa e relações governamentais junto aos Poderes Executivo e Legislativo. Foi assessora de advocacy da Rede Justiça Criminal por mais de 7 anos e é consultora de relações governamentais do Grupo de Trabalho sobre Propriedade Intelectual.

    Vítor Oliveira

    Cientista político e bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo (USP), é mestre em Ciência Política pela mesma Universidade, com dissertação intitulada A Implantação do Presidencialismo da Coalizão e a Ineficiência Informacional. Acumula experiência em monitoramento, análise política e avaliações de longo prazo em nível nacional, estadual e municipal para instituições financeiras de grande porte. Foi editor do portal INFOMONEY e autor do blog #ÉPolítica no mesmo portal, dedicado ao acompanhamento e análise da conjuntura política nacional. Escreve mensalmente sobre o Poder Legislativo para o portal do Estadão. Professor da disciplina Processo Legislativo no curso Advocacy e Políticas Públicas: teoria e prática, da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Henrique Freitas

    Mestrando em Gestão e Políticas Públicas e bacharel em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV), com formação complementar em Relações Internacionais e extensão na Universidade de Salamanca (Espanha). É conselheiro fiscal da ONG Transparência Brasil. Trabalhou na Secretaria de Relações Internacionais e Federativas (SMRIF) da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP), auxiliando a coordenação do Executivo Municipal com organismos internacionais e redes de cidades, e foi presidente da Consultoria Júnior Pública-FGV. Ademais, possui experiência nacional e internacional em pesquisas sobre economia circular, meio ambiente e desigualdades sociais.

    Rony Coelho

    Cientista Político com graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Possui doutorado (2017) e mestrado (2013) em Ciência Política, ambos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atuou como Visiting Research Fellow no Institute of Development Studies (IDS), University of Sussex (UK). Trabalha com a linguagem de programação R para análises estatísticas. Tem estudos sobre participação e políticas públicas e sobre gestões municipais no Brasil.

    Isadora Gomes

    Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e especialista em Políticas Públicas, Infância, Juventude e Diversidade (UnB/CEAM), onde pesquisou o processo de advocacy feito por organizações da sociedade civil pelo direito das mulheres exercerem a maternidade fora do cárcere. Atua com advocacy e relações governamentais desde 2018 e possui experiência em Cooperação Internacional para o desenvolvimento. Atualmente, está finalizando MBA em Responsabilidade Social e Terceiro Setor (UFRJ).

    Ícaro Silva

    Bacharel em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Mestrando em Ciência Política pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade de Brasília (PPGCP-UnB). Atualmente pesquisa a divisão sexual do trabalho político e carreiras políticas LGBTQIA+. Desde 2018 atua na área de Relações Governamentais e Advocacy, com experiência em consultorias políticas.

    Giordana Carvalho

    Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP), participou do Núcleo de Estudos da Violência da USP, analisando a intersecção entre violência, democracia e direitos humanos. Também possui experiência de pesquisa na área de movimentos sociais e ações coletivas.

    Maiara Oliveira

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília, pesquisadora CNPq no grupo de pesquisa Flora Tristan, como foco em democracia, desigualdades e partidos políticos e sistemas eleitorais. Atuou na Assessoria Parlamentar do Ministério da Justiça e no setor privado com entes subnacionais em pautas de mobilidade urbana, desenvolvimento sustentável e defesa do consumidor. Foi primeira coordenadora-geral da Ubuntu – Frente Negra de Ciência Política vinculada ao Instituto de Ciência Política (IPOL/UnB) e, atualmente é colaboradora voluntária na Associação Elas no Poder e no Coletivo Pretos & Pretas em RelGov.

    Gustavo de Castro

    Graduado em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de Brasília (UnB), com mestrado em Cooperação Internacional e Desenvolvimento pela Universidade Católica do Sagrado Coração (Milão). Tem experiência em diversos tipos de organizações como Ashoka Romênia (terceiro setor), Secretaria de Cultura do Distrito Federal (governo) e empresas de consultoria política. Possui experiência no acompanhamento do legislativo federal e na administração pública, bem como em avaliação de projetos culturais pelo setor público.

    Flávia Costa

    Advogada e membro da Comissão de Relações Institucionais e Governamentais da OAB/DF. É pós graduanda em Direito Eleitoral pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), membro do Núcleo Interdisciplinar de Liderança e Diversidade - Laudelina Melo; e pesquisadora de Direito, Relações Raciais e Lobby para Políticas de Diversidade. Possui experiência em análise e monitoramento executivo e legislativo nos âmbitos federal, estadual e municipal. Ainda, é secretária-geral do Coletivo Pretas e Pretos em RelGov.

    Iuri Cardoso

    Graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Sociologia (USP). Já atuou com assessoria parlamentar na Câmara Municipal de Uberlândia/MG e campanhas eleitorais municipais em São Paulo. Tem experiência com pesquisa, advocacy, relações governamentais e tratamento e visualização de dados.

    Daniel Almeida

    Bacharel em Relações Internacionais (USP), atualmente cursa a segunda graduação em Direito (USP). Tem experiência em pesquisa, comunicação, advocacy e relações institucionais.

    Julia Vida

    Graduanda em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo (USP). Ex-presidente da Federação Nacional dos Estudantes do Campo de Públicas, com experiência em Relações Governamentais e pesquisa na área de grupos de interesse.

    Caroline Sousa

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UNB). É membro da Diretoria Executiva da Strategos Consultoria Política Jr, ocupando o cargo de Diretora de Gestão de Pessoas. Como estagiária, já atuou em âmbito federal e subnacional, através do monitoramento dos poderes Legislativo e Executivo.

    Letícia Campos

    Graduanda em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Componente do Grupo de Pesquisa Flora Tristán com enfoque no tema Raça e Eleições e do Grupo de Estudo sobre Partidos Políticos. Atualmente, pesquisa sobre o avanço da extrema-direita na América Latina. Foi monitora de Partidos Político e Sistemas Eleitorais, Mudança Política na América do Sul e Teoria Política Clássica e coordenadora no projeto Política na Escola.

    Fernando Hernández

    Graduando em Ciência Política na Universidade de Brasília (UNB). Tem experiência em pesquisa com ênfase em Democracia, Partidos Políticos e Direito de Acesso à Informação.

    Alexandre Martins

    Mestre em Sociologia e bacharel em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo. Cursa graduação em Direito na Universidade de São Paulo. Desenvolveu pesquisas sobre mobilizações da sociedade civil, direitos humanos e formas de incidência no Legislativo e no Judiciário. Recebeu prêmio do IBCCRIM de melhor monografia em Ciências Criminais em 2021.